HOME > NOTAS > MÚSICA

A apoteose do forró com Solange Almeida

Publicado em 27/01/2020 às 14:56
Compartilhe Tweet


Foto: Divulgação

Trilhar um caminho independente nem sempre é fácil. Fazer isso após anos ligada a uma grande banda é ainda mais difícil. E, quando o sucesso é alcançado, o mérito deve ser reconhecido. Solange Almeida conseguiu o feito: desvinculou seu nome do grupo musical do qual era vocalista e, hoje, reina imbatível em sua carreira solo. "É uma grande artista. E vive um momento solar, onde seu nome e sua voz ecoam personificando o inconteste talento que possui. Solange está para o forró como Maria Bethânia está para a MPB e Ivete Sangalo está para a Axé Music", analisou o crítico musical e assessor desta coluna, Saveh.

Prova disso foi a épica apresentação do show “Minha História” no Iate Clube de Fortaleza, no domingo (26). Em um dia chuvoso, nublado e com uma ventania atípica na capital cearense, os deuses da música mostraram sua força e fizeram o final da tarde ensolarar para Sol subir ao palco e empolgar a multidão que a aguardava. Vicente Nery e Eliane também se apresentaram no evento.

A fase solar na carreira de Solange ficou nítida no palco. Leve, despretensiosa e firme como uma águia que sabe seu espaço no céu, a artista entoou os clássicos que a tornaram a mais potente voz da música nordestina quando se pensa em forró. "A cada hit entoado no evento, a plateia acompanhava verso a verso, do começo ao fim. É difícil definir o sucesso nos tempos atuais, mas Solange Almeida certamente é sinônimo de uma artista que o alcançou. Uma trajetória respeitável, marcada pelo talento de uma mulher que se tornou maior que qualquer ritmo ou banda. Apoteótica", finalizou Saveh. Esta coluna cumprimenta Solange Almeida pelo momento incrível em sua linda carreira!


PUBLICIDADE