30/03/2020 11:20
Vendas online reduzem o impacto nas pequenas empresas em tempos de coronavírus
Consultor do Senac dá dez dicas para cuidar dos negócios durante o isolamento social


Você que é do comércio deve estar preocupado com o impacto do novo Covid-19 (Coronavírus) na economia. Se você é profissional autônomo, é um micro empreendedor individual (MEI) ou tem uma micro ou uma pequena empresa, já deve ter sentido as mudanças nos negócios nesse período de isolamento social, necessário para conter o avanço da pandemia. 

O consultor de produtos educacionais do Senac Ceará na área de Gestão e Negócios, Wagner Forte, dá 10 dicas que podem ser adotadas para minimizar esse impacto.  

1- O principal questionamento é: como chegar ao meu cliente nesse período? Analise onde a empresa está inserida e quais - produtos e serviços podem ser adaptados. A partir daí, é possível planejar como fazer essa adaptação a baixo custo, só assim poderá ter sucesso.  

2- Uma solução de baixo custo é a criação de perfis da empresa nas principais mídias sociais (Instagram e Facebook), para informar o cliente sobre os produtos e serviços que está ofertando e a forma como o cliente pode ter acesso. Não esqueça de informar também os procedimentos de higienização que a empresa adota para garantir a segurança de colaboradores e clientes, impedindo a propagação do Coronavírus. 

3- Ao divulgar o produto ou serviço, a sua empresa deve estar preparada para atender os clientes, desde o recebimento do pedido, incluindo disponibilidade de forma de pagamento, separação do produto, entrega e pós-venda (satisfação do cliente). 

4- Para aquelas empresas que ainda não ingressaram nas vendas online, é importante que o empresário conheça seu público-alvo (clientes) para ser mais assertivo na divulgação nas redes sociais, além de ter uma plataforma de venda online.  

5- Para adquirir o serviço de uma plataforma de venda online, a recomendação é avaliar as diferentes plataformas disponíveis no mercado e buscar a que mais se adequa às necessidades e ao perfil do seu negócio.  

6- Para aqueles que não desejam aderir a uma plataforma de comércio eletrônico, é indicado, pelo menos, disponibilizar um canal de atendimento para os clientes, podendo ser até o WhatsApp.  

7- Em termos de planejamento, é essencial conhecer todos os custos de seu negócio, para determinar quais os custos essenciais para continuar operando e custear e/ou reduzir os demais. 

8- É fundamental saber negociar com seus fornecedores, pois neste momento de queda do faturamento o empresário tem que ter fôlego para manter os gastos e despesas que não podem ser adiados, ou seja, negocie melhores prazos com seus fornecedores.  

9- Cuide de seus colaboradores, pois com certeza esles são os maiores interessados em que sua empresa tenha sucesso, pois se trata uma questão de sobrevivência para eles.  

10-Atribua novas funções aos seus colaboradores, direcionando para as novas demandas que surgem ao implantar as vendas online. Ex. Os vendendores de atendimento direto podem  separar, embalar e entregar os produtos, sempre priorizando a segurança em todos os processos. 

Comentários


AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO