NOTICIAS | POLÍCIA

Justiça converte prisão em flagrante de PM em preventiva

O homem teria mandado matar a esposa por suspeitar que ela estava tendo um caso extraconjugal
Postado em 31/07/2020 | 20:25

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), por meio da 1ª Vara da Comarca de Baturité, decidiu converter a prisão em flagrante em preventiva Jorge Regis Felipe dos Santos e José de Ribamar Pereira. Eles são o executor e o policial militar da reserva que teria mandado matar a esposa.

De acordo com a polícia, José de Ribamar Pereira, teria encomendado a morte da esposa pelo valor de R$ 4 mil. Ele suspeitava que a mulher estivesse tendo um caso extraconjugal. Jorge Regis Felipe dos Santos foi contratado para executar a esposa do policial militar.

A Justiça ainda determinou a suspensão do seu porte de arma de José Ribamar Pereira. Ele foi preso enquanto cuidava da vítima que continua internada no Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza. Ele negou todas as acusações.

 

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO