NOTICIAS | POLÍCIA

Criança de 4 anos morre em tiroteio na Aerolândia

Outras pessoas foram baleadas e socorridas para uma unidade de saúde
Postado em 26/03/2020 | 16:45

Uma criança identificada como Júlio César da Silva Moreira, de apenas 4 anos, morreu após baleada durante um tiroteio ontem (25), no bairro Aerolândia, em Fortaleza.

De acordo com os moradores da região, no final da tarde de ontem, um grupo de pessoas estava sentado em uma calçada de uma casa conversando, quando de repente um carro chegou e os suspeitos começaram a atirar.

Na rua onde aconteceu o tiroteio, tem um beco, e lá estava o garotinho de apenas 4 anos, no momento do tiroteio ele foi atingido com um tiro, foi socorrido, mas não resistiu e morreu.

Além da criança outras quatro pessoas ficaram feridas, um ainda permanece no hospital em estado grave, seria um homem identificado como Romário dos Santos Mota, de 30 anos. Ele foi atingido com três tiros e está internado no Instituto Dr. José Frota (IJF).

Ainda de acordo com as informações, as outras vítimas que foram baleadas já receberam alta, elas tinham sido baleadas nas pernas.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), está investigando o caso.

Uma equipe do Departamento especializado foi até a região onde ocorreu o fato e realizou os primeiros levantamentos. A criança e mais três homens foram atingidos por disparos de arma de fogo efetuados por suspeitos, que estavam em um veículo de cor prata.

De acordo com a SSPDS, todos foram socorridos, mas Júlio César da Silva Moreira (4) veio a óbito. Um inquérito policial foi instaurado no DHPP e os trabalhos policiais seguem em andamento visando capturar os autores do crime, bem como identificação a motivação da ação criminosa.

 
VEJA TAMBÉM
 
 
 
 

AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO