25/03/2020 11:30
Coronavírus: COAPH Saúde dá dicas de como idosos e cuidadores devem proceder


Foto: Divulgação

Com cada vez mais casos surgindo em todo o Brasil, o Coronavírus preocupa principalmente o público acima de 60 anos, grupo de risco mais afetado pela doença. Quem os rodeia também precisa de orientações especiais, como cuidadores profissionais e os familiares. Com isso, algumas recomendações específicas para os idosos são necessárias para um combate eficaz contra o vírus. 

"O Coronavírus é de fácil transmissibilidade e baixa mortalidade, atingindo principalmente pacientes idosos e imunossuprimidos. Baseado nisto, aqueles que estão em isolamento domiciliar por suspeita ou confirmação do vírus, devem usar toda a proteção adequada para não transmitir aos não infectados. Ou, no caso de isolamento, todos devem lavar bem as mãos e usar álcool em gel para evitar a transmissão entre os que estão em casa", destaca Dra. Lara Santiago, médica da família e diretora do Home Care da COAPH Saúde. 

Segundo Dra. Lara, no caso de pacientes com  doenças crônicas (diabetes, hipertensão, etc), o melhor é procurar pelo médico e perguntar qual medicação deve ser tomada, já que o profissional deve, caso tenha algum  contraindicado, substituir a medicação. Deve ser reforçada ainda a alimentação do idoso, a fim de aumentar a imunidade: seguir uma dieta saudável e ingestão de líquido adequada, com cerca de três litros de água por dia. 

Deve-se preferir pelo atendimento médico domiciliar, evitando a exposição do idoso em locais externos. O Home Care, serviço de tratamento médico domiciliar, é uma ótima opção. O programa consiste em dar continuidade ao tratamento hospitalar na residência do paciente quando não há mais necessidade de internação. O processo é feito a partir do trabalho de uma equipe multidisciplinar - médicos, enfermeiros, nutricionistas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas - que acompanha o paciente, mantendo o nível de qualidade realizado no hospital. 

"O serviço domiciliar permite que haja nos hospitais uma maior rotatividade dos leitos, abrindo espaço para pacientes que realmente precisam da estrutura do hospital, como pessoas em UTIs ou, atualmente, pacientes com sintomas graves de Covid-19", afirma Dra. Lara Santiago. 

Para os cuidadores que convivem diariamente com idosos, é preciso redobrar a atenção. Caso apareçam sintomas de gripe, é fundamental que evitem imediatamente o contato com seu paciente. Da mesma forma, profissionais de casas de longa permanência. 

Dicas

1 - Evite sair de casa. Peça para alguém mais jovem fazer suas comprar no supermercado ou farmácia, ou procure por serviços de delivery.

2 - Se autorizado pelo médico, opte pelo tratamento médico domiciliar, evitando assim a exposição em hospitais. 

3 - Siga as recomendações gerais contra o coronavírus: lavar bem as mãos, usar álcool em gel, evitar deslocamentos de casa, evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, e limpar regularmente o ambiente. 

4 - O idoso precisa cuidar da saúde mental. Procura ajuda psicológica a distância. 

5 - Procure sempre seu médico ao menor sintoma de gripe e vacine-se durante as campanhas de prevenção.

Comentários


AV. DESEMBARGADOR MOREIRA 2565
DIONÍSIO TORRES CEP: 60.170-002
FORTALEZA-CEARÁ | FONE: (85) 3198.8888
CNEWS@GRUPOCIDADECE.COM.BR
SIGA O CNEWS
COMO ANUNCIAR
DESENVOLVIMENTO